Imagem teste

O Autor

Osny Ramos é Físico, Engenheiro e Filósofo.

Somos reféns das cores e seus efeitos psíquicos, e não há como evitá-los.  Quando escolhemos as cores para os nossos ambientes, podemos estar criando as causas de conseqüências  positivas ou negativas para o nosso psiquismo, sem que o saibamos.  

Quem trabalha com Psicodinâmica das Cores sabe: Praticamente não existem livros ou cursos sobre este assunto, fundamentados em princípios de ciência. O  material atualmente disponível é quase totalmente de natureza mística. 

A coisa fica ainda pior tratando-se de professores, estudantes e mestrandos, na busca por material de pesquisa na área da Psicodinâmica das Cores.

Nas disciplinas ministradas nos cursos de arquitetura, design, comunicação visual,  a primazia é dada  aos aspectos estéticos  das cores, ignorando-se a funçao psíquica.

Nossa pesquisa de mais de 25 anos sobre o efeito psíquico das cores, quando elas se encontram nos nossos ambientes, mostrou que esse efeito fundamenta-se em 5 grandes princípios:

 1 – O Princípio Físico: 2) – O Princípio  Quântico: 3) – O Princípio Ontológico: 4) – O Princípio Filogenético: 5) – O Princípio Semiótico.